The Skin Cancer Foundation lança Carcinomas e Queratoses

Nova publicação digital oferece informações clínicas sobre os cânceres mais comuns do mundo.

Nova York, NY (27 de março de 2019) – A Skin Cancer Foundation, organização sem fins lucrativos líder em educação pública e profissional sobre o câncer de pele, lançou Carcinomas e Queratoses. Esta nova publicação digital lança luz sobre os desenvolvimentos mais recentes e importantes em cânceres e pré-cânceres de queratinócitos, incluindo carcinoma basocelular (CBC), carcinoma cutâneo de células escamosas (cSCC) e ceratose actínica (AK). Apresentando conteúdo escrito por dermatologistas especialistas e pela equipe editorial da The Skin Cancer Foundation, a cobertura inclui novas estratégias para detecção e diagnóstico precoces para tratamentos inovadores para BCC e cSCC avançados.

“Vejo esta publicação como uma oportunidade de ouro para ajudar uma ampla gama de profissionais a oferecer o melhor atendimento possível a pacientes com câncer de pele ou em risco de contrair”, diz Désirée Ratner, MD, editora-chefe da Carcinomas e Queratoses e professor clínico de dermatologia na NYU Langone Health. “Queremos fornecer informações atuais, relevantes e acessíveis aos profissionais médicos sobre as principais questões relacionadas aos cânceres e pré-cânceres de queratinócitos, desde a epidemiologia, patogênese e prevenção até a detecção, diagnóstico e tratamento.”

A publicação viverá em sua própria plataforma, CarcinomasandKeratoses.org, onde os profissionais são incentivados a se inscrever para receber regularmente novas edições. Na edição inaugural, Mark Teich, diretor científico da The Skin Cancer Foundation, e Kishwer Nehal, MD, discutem o que são os carcinomas de queratinócitos e por que eles merecem ser levados mais a sério. De acordo com os números mais recentes, em 2019, mais do que o dobro de pessoas (mais de 15,000) morrerão de cSCC nos EUA do que de melanoma (7,230). Os cânceres de pele não melanoma representam a grande maioria da incidência de câncer de pele, mas parecem receber menos atenção. Na última contagem, em comparação com 96,480 casos de melanoma invasivo a cada ano nos EUA, há mais de 5.4 milhão casos de CBC e cSCC a cada ano, ocorrendo em mais de 3.3 milhões de pessoas.

“Reconhecemos uma lacuna no conhecimento que precisava ser preenchida”, diz Deborah S. Sarnoff, MD, presidente da The Skin Cancer Foundation. “Por muitos anos nossa Carta Melanoma tem oferecido aos médicos as mais recentes técnicas de pesquisa e tratamento para melanoma. Com C&K, estamos expandindo drasticamente os tópicos que podemos cobrir. Nosso objetivo é apresentar essas informações de uma forma que atraia não apenas dermatologistas, médicos assistentes e enfermeiros que tratam câncer de pele, mas também internistas e médicos especializados que geralmente estão na periferia da detecção e tratamento do câncer de pele. Este também é um recurso maravilhoso para estudantes de medicina e residentes de dermatologia.”

Não há custo para acessar Carcinomas e Queratoses. A publicação foi possível graças ao apoio da Sanofi e da Regeneron.

Carcinomas e Queratoses junta-se à lista de publicações da Fundação, incluindo A carta do melanomaO Jornal da Fundação do Câncer de Pele e a Notícias sobre sol e pele blog. Para mais informações visite SkinCancer.org.

# # #

Sobre a Fundação do Câncer de Pele
A Skin Cancer Foundation é a única organização global exclusivamente dedicada à prevenção, detecção precoce e tratamento do câncer de pele. A missão da Fundação é diminuir a incidência de câncer de pele por meio de educação e pesquisa pública e profissional. Desde a sua criação em 1979, a Fundação recomenda seguir um regime completo de proteção solar que inclui procurar sombra e cobrir-se com roupas, incluindo chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção UV, além do uso diário de protetor solar. Para mais informações visite SkinCancer.org

 

 

Faça uma doação
Procure um dermatologista

Produtos recomendados