Tradução:       

En Espanol

Carcinoma Basocelular Sinais de aviso

Como identificar o câncer de pele mais comum

Com detecção e tratamento precoces, quase todos os carcinomas basocelulares (CBCs) podem ser removidos com sucesso sem complicações.

Fique atento aos sinais de alerta do BCC, incluindo crescimentos cutâneos novos, em mudança ou incomuns, para que você possa identificar o câncer de pele precocemente, quando é mais fácil tratá-lo e curá-lo.

Como identificar um BCC: cinco sinais de alerta

Verifique se há CBCs onde sua pele está mais exposta ao sol, especialmente rosto, orelhas, pescoço, couro cabeludo, tórax, ombros e costas, mas lembre-se de que eles podem ocorrer em qualquer parte do corpo. Frequentemente, dois ou mais desses sinais e sintomas de alerta são aparentes em um tumor de CBC.

  1. Uma ferida aberta que não cicatriza, e pode sangrar, escorrer ou formar crostas. A ferida pode persistir por semanas ou parece cicatrizar e depois voltar.
  2. Uma mancha avermelhada ou área irritada, no rosto, tórax, ombro, braço ou perna que podem formar crostas, coceira, doer ou não causar desconforto.
  3. Um inchaço ou nódulo brilhante que é perolado ou claro, rosa, vermelho ou branco. A protuberância também pode ser bege, preta ou marrom, especialmente em pessoas de cor, e pode ser confundido com uma toupeira normal.
  4. Um pequeno crescimento rosa com uma borda ligeiramente elevada e enrolada e uma reentrância crostosa no centro que pode desenvolver pequenos vasos sanguíneos superficiais ao longo do tempo.
  5. Uma área semelhante a uma cicatriz que é branco liso, amarelo ou ceroso na cor. A pele parece brilhante e esticada, muitas vezes com bordas mal definidas. Este sinal de aviso pode indicar uma CBC invasivo.

Observação: como nem todos os CBCs têm a mesma aparência, essas imagens servem como uma referência geral para a aparência do carcinoma basocelular.

imagem ferida aberta na pele carcinoma basocelularUma ferida aberta que não cicatriza

mancha avermelhada no carcinoma basocelular da testa do homemUma mancha avermelhada ou área irritada

crescimento rosa bccUm pequeno crescimento rosa com uma borda levemente elevada e enrolada e um recuo crostoso no centro

imagem inchaço brilhante no rosto da mulherUm inchaço ou nódulo brilhante

imagem cicatriz branca homem testa carcinoma basocelularUma área semelhante a uma cicatriz que é branca, amarela ou cerosa

BCCs podem ser complicados

Lembre-se de que os BCCs podem parecer diferentes das descrições acima. Em algumas pessoas, os CBCs se assemelham a condições de pele não cancerosas, como psoríase ou eczema. Dentro pessoas com pele mais escura, cerca de metade dos CBCs são pigmentados (ou seja, de cor marrom).

Na dúvida, confira. Siga seus instintos e visite seu dermatologista se notar alguma coisa novo, variável ou incomum na sua pele.

Um carcinoma basocelular pode ser pigmentado, como este, em pele de cor. Foto cortesia de Andrew Alexis, MD, MPH

Um carcinoma basocelular pode ser pigmentado, como este, em pele de cor.

O que você pode fazer

Se você já teve um BCC, é mais provável que desenvolva outro, especialmente na mesma área danificada pelo sol ou nas proximidades.

Um BCC pode reaparecer mesmo quando foi cuidadosamente removido na primeira vez, porque algumas células cancerígenas podem permanecer indetectáveis ​​após a cirurgia e outras podem formar raízes que se estendem além do que é visível. CBCs no nariz, orelhas e lábios são mais propensos a recorrer, geralmente nos primeiros dois anos após a cirurgia.

Aqui está o que você pode fazer para detectar uma recorrência e prevenir mais danos à pele que podem levar ao câncer:

  • Fique atento: Preste atenção especial a qualquer local previamente tratado, observe as alterações e consulte seu dermatologista. Se o BCC retornar, seu médico pode recomendar um tipo diferente de tratamento, Tais como Cirurgia de Mohs, uma forma altamente eficaz de prevenir e tratar recorrências.
  • Confira você mesmo da cabeça aos pés: Procure por lesões novas ou em mudança que crescem, sangram ou não cicatrizam. Aprender como verificar sua pele.
  • Consulte seu dermatologista anualmente para uma exame de pele profissional. Os auto-exames não substituem um especialista qualificado para identificar e tratar crescimentos anormais da pele.
  • Acompanhamento: Se você já teve BCC ou carcinoma espinocelular (CEC), ou um pré-câncer como queratose actínica, certifique-se de consultar o seu médico nos intervalos recomendados.
  • Proteja-se do sol todos os dias do ano: Evite a exposição aos raios UV desprotegida, procure a sombra, principalmente quando o sol estiver mais forte e use um protetor solar de amplo espectro, um chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção UV. Proteger-se todos os dias é a maneira mais eficaz de reduzir o risco de desenvolver câncer de pele. Pegue mais orientações de prevenção do câncer de pele.

Revisados ​​pela:

Julie K. Karen, MD
Ronald L. Moy, MD

Última actualização:  2022 de abril

Esta seção é possível com o apoio de

Faça uma doação
Procure um dermatologista

Produtos recomendados